Anamnese

Anamnese: do grego ana, trazer de novo e mnesis, memória. Trata-se de entrevista realizada pelo
profissional de saúde buscando adquirir o máximo de informações sobre o paciente. Confira mais sobre esse termo nas seguintes páginas da obra Fisiatria em pequenos animais: 43, 49, 51, 55, 61, 66, 74, 77, 78, 140, 175, 186, 189, 190, 206, 216, 238, 256, 306, 307, 310, 414, 448, 453, 488, 489

Anfíbios

Anfíbios: do grego αμφι, amphi (ambos) e βιο, bio (vida), que significa ambas vidas ou
em ambos meios. Constituem uma classe de animais vertebrados, pecilotérmicos que não
possuem bolsa amniótica e estão agrupados na classe Amphibia.
A característica mais marcante dos seres vivos desta classe é o seu ciclo de vida dividido em
duas fases: uma aquática e outra terrestre, apesar de haver exceções.

Confira mais sobre esse termo na seguinte página da obra Fisiatria em pequenos animais: 466

Animais silvestres

Animais silvestres: animais nativos que vivem em ambientes naturais. No Brasil, a criação e comercialização de algumas espécies estão regulamentadas pelo IBAMA. Animais não domésticos que não são originários do Brasil costumam receber a denominação de animais selvagens.

Confira mais sobre esse termo nas seguintes páginas da obra Fisiatria em pequenos animais: 137, 217, 283, 466-471

Anti-inflamatórios esteroidais

Anti-inflamatórios esteroidais.

Os anti-inflamatórios esteroidais ou chamados corticosteroides são análogos sintéticos dos glicocorticoides e mineralocorticoides naturais.

O uso contínuo de altas doses de corticosteroides resulta em complicações sistêmicas, insuficiência da glândula suprarrenal e síndrome iatrogênica de Cushing, que decorre da exposição de corticosteroide na circulação sanguínea por excesso do fármaco. Essa síndrome também resulta por aumento na secreção de ACTH ou elevação na produção adrenal.

Confira mais sobre esse termo nas seguintes páginas da obra Fisiatria em pequenos animais: 233, 321, 363, 372, 388, 389, 448, 496

Anti-inflamatórios não esteroidais

Os anti-inflamatórios não esteroidais (abreviadamente, AINEs ou NSAIDs, do inglês Non-steroidal anti-inflammatory drugs) são um grupo variado de fármacos que têm em comum a capacidade de controlar a inflamação, de analgesia (reduzir a dor) e de combater a febre.

Apesar de em sua maioria serem constituídos por ácidos orgânicos, sua estrutura química não é relacionada. Caracterizam-se por inibir a atividade de subtipos da ciclo-oxigênase, impedindo assim a síntese de eicosanoides pela via metabólica da cascata do ácido araquidônico.

Confira mais sobre esse termo nas seguintes páginas da obra Fisiatria em pequenos animais: 233, 321, 363, 372, 388, 389, 448, 496